Os implantes convencionais são mais usados nas reabilitações e medem cerca de 2 mm. Eles são fixados na parte superior e inferior da boca. Os implantes zigomáticos são usados quando o paciente não possui quantidade óssea suficiente para utilizar esse outro tipo de implante.

Com o avanço da tecnologia de implantes, utilizam-se RX Digitais de última geração onde se pode analisar com bastante detalhe a densidade óssea do paciente. Essa radiação é muito pequena, feita em quantidades ínfimas, de maneira que o paciente receba apenas a irradiação necessária e ela é diferenciada dependendo do sexo do paciente.

Ao perder os dentes, o paciente perde também ossos e gengiva o que pode tornar a colocação de implantes convencionais inviável. Esteticamente pode-se tornar feio se não houver gengiva suficiente, ficando a coroa muito alongada. A cirurgia de enxerto exige muitos cuidados, sendo mais delicada que a cirurgia para os implantes. Neste caso, ao invés de ter que passar por enxertos ósseos para a colocação dos implantes, instalam-se os implantes nos ossos zigomáticos facilitando a operação. Ele é o ideal para ser usado nos casos de colocação de implantes totais dos dentes.

implant-zygomatic

Portanto, eles são usados quando não queremos realizar enxertos no arco superior e fixamos o implante no osso da face que tem esse nome. Esse implante possibilita que se coloquem os dentes no paciente em pouco tempo após a cirurgia. Quase sempre é possível a colocação imediata dos dentes. A instalação dele é feita em hospital, com anestesia geral e o paciente é liberado no mesmo dia.